17 de mar de 2012

Em Pernambuco, frades reúnem documentação para que Frei Damião seja beatificado

Há nove anos foi iniciado o processo de beatificação de Frei Damião. Nesse período, os capuchinhos reuniram documentos e depoimentos para provar que ele praticava a fé cristã. A previsão é de que, ainda neste semestre, a documentação siga para o Vaticano, para ser submetida ao processo. Frei Damião, que nasceu em Bozzano, na província de Lucca, na Itália, se dedicou às santas missões durante 66 anos no Brasil.

Frei Jociel se dedica à causa da beatificação de Frei Damião. Desde outubro de 2003, ele reúne documentos escritos deixados pelo religioso e testemunhos de pessoas que conviveram com ele. O objetivo é provar que ele praticava e pregava todas as virtudes cristãs, o que é a primeira parte do processo, chamada de fase diocesana.

A segunda etapa, chamada de fase vaticana, deve começar entre os meses de junho e julho. Frei Jociel, que faz o papel de advogado de Frei Damião, vai à Roma para entregar todo o material à congregação da Casa dos Santos. “Toda essa documentação será avaliada por uma comissão do Vaticano, e eles dizem que em torno de dois anos nos darão um resposta, reconhecendo as virtudes heróicas do frei, no caso a fé, esperança e caridade. E também o resultado do estudo sobre o possível milagre realizado por interseção do Frei Damião”, contou.

Por onde andava, o religioso reunia milhares de fiéis que queriam ouvir suas palavras de amor e fé, ou simplesmente chegar perto. “Era uma pessoa muito boa, amável. Sempre acolhia muito bem as pessoas. Muitas vezes elas queriam tocá-lo, senti-lo de perto. Uma bondade que fazia escutar muito as pessoas”, comentou Frei Jociel.

Josefa Monteiro se considera uma mulher privilegiada. Quando era criança, foi abençoada por Frei Damião a pedido da mãe, que estava preocupada com as frequentes crises de asma que ela tinha. Hoje, Josefa é evangélica. Mas, mesmo sem frequentar a Igreja Católica, tem um carinho especial pelo religioso. “Eu sou grata a Deus de todo meu coração pela vida de bênçãos e trabalho de Frei Damião aqui na Terra”, contou.

Apresentação solidária

Neste sábado (17), o cantor Fagner faz um show no Chevrolet Hall, em Olinda, para ajudar nas despesas de beatificação de Frei Damião. O evento começa às 22h, e os ingressos custam R$ 40,00.
Portal MaisAB/Blog do guilerme/Actual Notícia

Leia mais...

8 de mar de 2012

É HOJE 08 DE MARÇO DIA INTERNACIONAL DA MULHER




MULHERES
A natureza criou,
um ser muito inteligente,
com a capacidade de dar
amor e vida pra gente,

às vezes tem nome de flor
perfumando o ambiente.

Esse ser tão frágil e meigo,
o chamamos de mulher,
às vezes é uma fortaleza
que deixa a vida de pé
revoluciona o amor
com a força de sua fé.

Mulher, forte, guerreira,
com a arma da sedução,
derrubas o homem valente,
deixa-o caído no chão,
os teus braços são correntes,
teu amor, nossa prisão.

Estamos presos a ti
desde tempos ancestrais,
no teu útero já vivemos
tempo de silêncio e paz,
quando a saudade aperta,
desejo voltar atrás...

Reviver os tempos idos,
de um amor puro e santo,
de uma mulher chamada mãe,
ouvir o seu belo canto,
sua cantiga de ninar,
para acariciar meu pranto.

Mulher, esposa, mãe,
da batalha cotidiana,
és do filho o alimento,
todos os dias da semana,
todas as força do mundo,
de tuas entranhas emanam.

Mulher quando amante,
ela é pura sedução,
o seu corpo é alimento
que sacia a paixão,
os seus beijos incendeiam
qual matéria em combustão.



Fonte:culturaturismoemeioambiente(Mariano F. da Costa)/Dona Inês, 07/03/2012

Leia mais...

História do 8 de março



História do 8 de março
No Dia 8 de março de 1857, operárias de uma fábrica de tecidos, situada na cidade norte americana de Nova Iorque, fizeram uma grande greve. Ocuparam a fábrica e começaram a reivindicar melhores condições de trabalho, tais como, redução na carga diária de trabalho para dez horas (as fábricas exigiam 16 horas de trabalho diário), equiparação de salários com os homens (as mulheres chegavam a receber até um terço do salário de um homem, para executar o mesmo tipo de trabalho) e tratamento digno dentro do ambiente de trabalho.
A manifestação foi reprimida com total violência. As mulheres foram trancadas dentro da fábrica, que foi incendiada. Aproximadamente 130 tecelãs morreram carbonizadas, num ato totalmente desumano.
Porém, somente no ano de 1910, durante uma conferência na Dinamarca, ficou decidido que o 8 de março passaria a ser o "Dia Internacional da Mulher", em homenagem as mulheres que morreram na fábrica em 1857. Mas somente no ano de 1975, através de um decreto, a data foi oficializada pela ONU (Organização das Nações Unidas).
Objetivo da Data
Ao ser criada esta data, não se pretendia apenas comemorar. Na maioria dos países, realizam-se conferências, debates e reuniões cujo objetivo é discutir o papel da mulher na sociedade atual. O esforço é para tentar diminuir e, quem sabe um dia terminar, com o preconceito e a desvalorização da mulher. Mesmo com todos os avanços, elas ainda sofrem, em muitos locais, com salários baixos, violência masculina, jornada excessiva de trabalho e desvantagens na carreira profissional. Muito foi conquistado, mas muito ainda há para ser modificado nesta história.

Conquistas das Mulheres Brasileiras
Podemos dizer que o dia 24 de fevereiro de 1932 foi um marco na história da mulher brasileira. Nesta data foi instituído o voto feminino. As mulheres conquistavam, depois de muitos anos de reivindicações e discussões, o direito de votar e serem eleitas para cargos no executivo e legislativo.

Marcos das Conquistas das Mulheres na História
- 1788 - o político e filósofo francês Condorcet reivindica direitos de participação política, emprego e educação para as mulheres.
- 1840 - Lucrécia Mott luta pela igualdade de direitos para mulheres e negros dos Estados Unidos.
- 1859 - surge na Rússia, na cidade de São Petersburgo, um movimento de luta pelos direitos das mulheres.
- 1862 - durante as eleições municipais, as mulheres podem votar pela primeira vez na Suécia.
- 1865 - na Alemanha, Louise Otto, cria a Associação Geral das Mulheres Alemãs.
- 1866 - No Reino Unido, o economista John S. Mill escreve exigindo o direito de voto para as mulheres inglesas
- 1869 - é criada nos Estados Unidos a Associação Nacional para o Sufrágio das Mulheres
- 1870 - Na França, as mulheres passam a ter acesso aos cursos de Medicina.
- 1874 - criada no Japão a primeira escola normal para moças
- 1878 - criada na Rússia uma Universidade Feminina
- 1901 - o deputado francês René Viviani defende o direito de voto das mulheres


fonte: mensagensdobem.com.br/suapesquisa.com

Leia mais...

  ©Blog Do Feio PB - Todos os direitos reservados.

Inicio